Como estudar para a segunda fase da OAB de forma eficiente?

como estudar para segunda fase da oab
como estudar para segunda fase da oab

A prova da segunda fase do exame da OAB pode ser intimidante para muitos estudantes de direito. Afinal, é a hora de colocar em prática todo o conhecimento teórico adquirido durante os anos de estudo. No entanto, com a preparação correta e algumas dicas, é possível aumentar suas chances de aprovação. Neste artigo, iremos compartilhar algumas dicas de como estudar para a segunda fase da OAB.

Entendendo a prova

Antes de começar a se preparar para a segunda fase, é importante entender como a prova funciona. A segunda fase do exame da OAB consiste em uma prova prático-profissional, que testa o conhecimento técnico do candidato em uma área específica do direito. A prova é composta por uma peça processual e quatro questões discursivas.

Escolha uma área de especialização

escolhendo área para segunda fase da oab

A segunda fase do exame da OAB permite que os candidatos escolham uma área de especialização para a prova. É importante escolher uma área com a qual você esteja familiarizado e que tenha afinidade

Não escolha uma área só porque acredita que é fácil, pois isso pode prejudicar sua performance na prova. Estude bastante sobre a área escolhida e conheça a legislação pertinente.

Conheça o estilo da banca examinadora

Cada banca examinadora tem seu próprio estilo e abordagem na elaboração da prova da OAB. É importante estudar provas anteriores da mesma banca examinadora para entender o estilo de perguntas e como as respostas devem ser formatadas. 

Além disso, preste atenção aos enunciados das questões, pois eles podem trazer informações úteis para a resolução das questões.

Faça um cronograma de estudos

Um cronograma de estudos é essencial para a preparação para a segunda fase da OAB. Divida seu tempo entre a leitura da legislação pertinente, a resolução de questões e a prática da peça processual. Seja realista ao definir seus prazos e evite sobrecarga de estudos. Lembre-se de incluir tempo para revisão e descanso.

Pratique a escrita

escrevendo oab peça pratico profissional

A peça processual é uma parte fundamental da segunda fase da OAB. Por isso, é importante praticar a escrita para se familiarizar com o formato e estilo de resposta exigidos. Leia peças processuais anteriores e observe a estrutura utilizada pelos candidatos aprovados. Pratique a escrita de peças processuais completas e peça feedback de professores ou colegas de estudo.

A importância da Prova Prático-Profissional no Exame da Ordem: correção e cuidados

A Prova Prático-Profissional é uma das etapas mais importantes do Exame da Ordem, sendo necessário estar preparado para realizá-la com sucesso. Esta prova é composta por questões discursivas e pela redação de uma peça profissional, e é importante saber como cada uma dessas partes é avaliada.

Avaliação das questões discursivas e da peça profissional

As questões discursivas são avaliadas de acordo com a adequação das respostas apresentadas para o problema proposto, e cada questão vale 1,25 ponto. Já a peça profissional é avaliada com até 5,00 pontos, sendo que a prova prático-profissional é a soma das notas obtidas em ambas as partes, podendo chegar até 10 pontos.

primeiros passos no mundo do direito

Notas não inteiras e não arredondamento

Na correção das provas, é importante saber que notas não inteiras podem ser concedidas tanto para as respostas da peça profissional quanto para as questões discursivas. O somatório dessas notas é o que constituirá a nota final na prova prático-profissional, e não é permitido o arredondamento.

Nota mínima para aprovação

Para ser aprovado no Exame da Ordem, é necessário obter uma nota igual ou superior a 6,00 pontos na prova prático-profissional. Neste caso, a nota não pode ser arredondada.

Erros comuns a serem evitados

É importante prestar atenção em detalhes como rasuras e omissão de itens, pois esses erros são comuns entre os candidatos e podem levar à reprovação. Portanto, é fundamental estar atento a esses detalhes para evitar perder pontos importantes na correção da prova.

Como montar o esqueleto de uma boa peça processual

Para fazer uma peça processual de qualidade é fundamental que o candidato saiba montar o esqueleto da peça. Mas como fazer isso de maneira eficiente?

O primeiro passo é identificar qual peça processual será desenvolvida e, em seguida, construir o esqueleto. Embora não seja obrigatória, essa construção é importante para organizar as informações e reduzir as chances de erro.

Confira abaixo as etapas para a formação do esqueleto da peça processual:

  1. Definir a peça processual a ser elaborada.
  2. Determinar os elementos constitutivos qualificadores.
  3. Delimitar os tópicos preliminares, de mérito e conclusão.
  4. Dividir os tópicos em três partes: tese a ser combatida; fundamentação legal e jurisprudencial que justifique o combate à tese; e solução jurídica aplicável.
  5. Iniciar a redação (momento mais braçal).
  6. Fazer os pedidos (Direito Material declinado na fundamentação da peça).
  7. A preparação do esqueleto permite que o candidato organize as informações de maneira mais eficiente e estruture melhor a peça processual.

Vale destacar os pontos que a Fundação Getúlio Vargas – FGV, responsável pela avaliação, analisa na correção da peça processual:

  • Exposição e técnica profissional demonstrada na redação.
  • Adequação ao problema apresentado no enunciado.
  • Fundamentação e consistência dos argumentos.
  • Domínio do raciocínio jurídico.
  • Capacidade de interpretação.

Com essas dicas, você estará mais preparado para construir uma boa peça processual e ter sucesso na sua carreira jurídica.

Dicas para ter sucesso na segunda fase do exame da OAB

sucesso na segunda fase da oab

Se você está se preparando para a segunda fase do exame da OAB, sabe da importância de uma boa rotina de estudos para garantir um bom desempenho na prova. Além disso, é essencial dedicar uma atenção especial ao desenvolvimento da peça processual, que tem valor de 5 pontos e é determinante para a aprovação.

Para ajudá-lo nessa etapa, aqui vão algumas dicas importantes:

  1. Crie um cronograma de estudos eficiente, que possibilite estudar toda a matéria a tempo.
  2. Estude por meio de provas anteriores e livros específicos para as disciplinas escolhidas na segunda fase.
  3. Pratique a resolução de questões e peças processuais dentro do tempo de 5 horas estipulado para a prova.
  4. Desenvolva a habilidade de identificar peças e suas fundamentações corretamente, com destaque para a indicação completa do Nomem Iuris e do fundamento legal.
  5. Faça vários simulados e pratique a identificação das peças.
  6. Treine com provas anteriores para ter uma noção de quanto tempo leva para resolver as questões e a peça processual.
  7. Tenha um cuidado especial com o Vade Mecum, que é um material importante na prova. Marque-o à medida que for estudando para facilitar a identificação dos códigos e legislações necessários.
  8. Confie em sua capacidade.

Seguindo essas dicas, você estará bem preparado para a prova da OAB. Lembre-se de que a forma de estudar é muito particular, mas seguir essas dicas pode fazer toda a diferença no seu sucesso. Boa sorte!

MAPAS MENTAIS OAB

Sobre o Autor

Redação
Redação

Perfil editorial do Destrinchando o Direito!

    0 Comentários

    O que achou do conteúdo? Deixe seu comentário!

    Solicitar exportação de dados

    Use este formulário para solicitar uma cópia de seus dados neste site.

    Solicitar a remoção de dados

    Use este formulário para solicitar a remoção de seus dados neste site.

    Solicitar retificação de dados

    Use este formulário para solicitar a retificação de seus dados neste site. Aqui você pode corrigir ou atualizar seus dados, por exemplo.

    Solicitar cancelamento de inscrição

    Use este formulário para solicitar a cancelamento da inscrição do seu e-mail em nossas listas de e-mail.